Maior jazida de fosfato de Minas Gerais é descoberta na Divisa de Patos de Minas e Presidente Olegário

O composto foi encontrado na região da Cascata, próximo ao Sertãozinho.

26/02/2016 - 10h38

Maior jazida de fosfato de Minas Gerais é descoberta na Divisa de Patos de Minas e Presidente Olegário

Foi realizado na manhã desta quinta-feira (25/02), no Gabinete do Prefeito Antônio Cláudio Godinho ¨Palito¨ (PMDB) na Prefeitura Municipal de Presidente Olegário, a apresentação de um projeto de grande porte na área de Fosfato, Projeto Fosfato Brasil, encontrado na divisa de Presidente Olegário e Patos de Minas.

Estiveram presentes na apresentação do Projeto a equipe de Pesquisas da Magnor Financial Advisor, o Prefeito Palito, Vice-prefeito Olímpio Pimpim, Presidente da Câmara Municipal de Presidente Olegário Manoelzinho da Ambulância, vereadores Henrique Godinho, Januário Elói e Valter Capote, Presidente do Sindicato Rural de Presidente Olegário, João Queiroz, além de secretários da administração, imprensa e convidados.

A descoberta do Fosfato em nossa região vem sendo pesquisada a dezenas de anos, mas a poucos anos atrás o Grupo Magnor adquiriu os direitos de pesquisa mineral da região, aprofundando e acreditando nas pesquisas onde os resultados começaram a aparecer, após as análises a próxima etapa é apresentar o projeto a um investidor que será o responsável pela extração do Fosfato. Para os responsáveis do Grupo Magnor a estimativa é que em cinco anos uma Unidade Operacional seja instalada em nossa região para que possa começara a gerar empregos e negócios com a extração do Fosfato.

A região em que foi localizada a maior Jazida Mineira de Fosfato é a região da Cascata, próximo a Sertãozinho na divisa de Presidente Olegário e Patos de Minas, a área correspondente ao município de Presidente Olegário é equivalente a 60% medindo aproximadamente 900 hectares.

Fonte e Fotos: André Amâncio / Patos Agora