Garantiparanaíba apresenta as primeiras cartas de garantia concedidas

A Garantiparanaíba é a 11ª Associação Garantidora de Crédito no Brasil e a segunda em Minas Gerais.

Igor Nunes
29/04/2015 - 11h47

Garantiparanaíba apresenta as primeiras cartas de garantia concedidas

Patos de Minas conta agora com a Garantiparanaíba, uma associação garantidora de crédito que foi inaugurada no dia 10 de abril de 2015. Nesta quarta-feira (29), a sociedade convocou os empresários e a imprensa para divulgar as primeiras cartas de crédito concedidas às microempresas. A reunião aconteceu na sede do SindComércio de Patos de Minas.

O idealizador do empreendimento, Daniel Rezende, disse que a associação funciona com uma avalista para concessão de crédito para os empresários ou microempresas que necessitam de empréstimos ou financiamentos.  “A Sociedade de Garantia de Crédito – SGC já está funcionando e já estamos concedendo cartas de garantia de créditos”, ressaltou.

Daniel explicou que esta é uma ferramenta que está a disposição dos empresários para que possa ir até a SGC, situada na Rua Dores do Indaía, local onde funciona o prédio da CDL-Patos, e receber estas cartas de garantia de crédito. “Nós temos aqui dois milhões de reais depositados pelo SEBRAE no fundo garantidor que inicialmente pode ser alavancado em até cinco vezes, ou seja, portanto falamos em até 10 milhões de reais em garantia ao empresário patense”, explicou.

Para receber os benefícios da SGC, o empresário necessita estar com a documentação em dia e a proposta de financiamento. Será feita uma análise da proposta, o objetivo que ele tem para pegar esta carta de garantia e na sequencia, se aprovada, ele deverá procurar as instituições financeiras conveniadas, que atualmente são a SICOOB/Credicoopa e SICOOB/Credipatos.

O presidente da SICOOB/Credipatos, Ronaldo Siqueira, explicou que quanto mais garantia, menos o risco e menor é a taxa de juros. “Como nós visamos o risco, vai ter a análise da cooperativa, analise da garantia de crédito, haverá um risco menor e ele deve pagar uma taxa de juros bem menor”, explicou.

Ronaldo explicou ainda que o empresário chega com a proposta na SICOOB/Credicoopa ou SICOOB/Credipatos, ela passa por uma analise na SGC e em poucos dias o empréstimo já é liberado. “creio que em quatro dias no máximo já está disponível”, finalizou.

O empresário precisa filiar a GarantiParanaíba – SGC e pode buscar empréstimos a partir de 25 mil e que podem chegar a até 100 mil reais. Para se associar a SGC, ele paga uma taxa única e depois é cobrado um percentual sobre as cartas de garantia a serem contratadas. 


  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria