Jaguatirica é encontrada morte às margens da BR-365

O felino selvagem foi atropelado enquanto tentava atravessar a rodovia.

Igor Nunes
14/01/2015 - 11h14

Uma jaguatirica foi encontrada morta às margens da BR-365, próximo a 11ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal – PRF de Patos de Minas. O animal teria sido atropelado por um veículo enquanto tentava cruzar a rodovia. O fato aconteceu na noite desta terça-feira (14).

Segundo informações da PRF, um usuário da rodovia informou aos policiais que havia um animal caído no meio da pista. Imediatamente, a viatura foi para o local e deparou com a jaguatirica, de porte médio, já sem vida. Os federais não conseguiram identificar qual veículo teria atropelado o animal. O corpo foi retirado da pista.

Os policiais disseram que est a não é a primeira vez que este tipo de animal selvagem é encontrado morto na rodovia. Ainda de acordo com a polícia, a jaguatirica tem hábito de caçar durante a noite.

Sobre a jaguatirica

Também conhecida como gato-do-mato, a jaguatirica é uma mamífero carnívoro da família felídeos e do gênero do leopardo.   É um animal solitário, noturno, territorial e os machos possuem territórios que se sobrepõem sobre os de várias fêmeas. Alimenta-se principalmente de roedores, mas também de animais de porte maior como ungulados, répteis, aves e peixes. Caça à noite, formando emboscadas. Alcança a maturidade sexual entre 26 e 28 meses de idade, e as fêmeas dão à luz geralmente um filhote por vez, com cerca de 250 g. Geralmente, filhotes nascem a cada 2 anos. Em cativeiro, a jaguatirica pode viver até 20 anos, o dobro da sua longevidade no estado selvagem.

Fotos: Divulgação PRF