Filhote de coruja ferido é resgatado e recebe tratamento para voltar à natureza

A fêmea da espécie “Glacidium Brasilianum”, conhecida como corujinha caburé, estava ferida na cabeça e olhos.

Íris Mota
11/11/2014 - 13h21

Um morador de Patos de Minas resgatou na tarde desta segunda-feira (10) na Avenida JK um filhote de coruja que se separou da mãe e estava sendo atacada por outras aves. O Corpo de Bombeiros foi acionado e o animal foi encaminhado a uma clínica veterinária para receber tratamento adequado. 

De acordo com Luiz Araujo, ele trafegava pela avenida quando visualizou a coruja sendo atacada por passáros Bem-te-vi. Ele resgatou a ave que apresentava ferimentos nos olhos e na cabeça e levou pra casa, acionando em seguida o Corpo de Bombeiros para tomar as providências cabíveis. Como já se passava das 18h00, o animal ficou durante a noite na residência de Luiz e pela manhã desta terça-feira foi deixada aos cuidados do veterinário Marcos Paulo de Oliveira, que realiza trabalho voluntário com animais resgatados pelo Corpo de Bombeiro e Polícia Militar de Meio Ambiente. 

A coruja terá os ferimentos tratados até a completa cicatrização e será devolvida à natureza assim que puder se alimentar e sobreviver sozinha.    

A Polícia Militar de Meio Ambiente orienta as pessoas que resgatarem animais feridos a acionar o próprio órgão ou o Corpo de Bombeiros. Tratar e manter em cativeiro animais silvestres é considerado crime ambiental e pode resultar em multa e prisão.