Quitandeiras de Sucesso

Um pequeno grupo de quitandeiras do Projeto de Assentamento Tiro e Queda tem se destacado em Paracatu depois que montaram a Fábrica de Biscoitos.

Igor Nunes
06/11/2014 - 15h45

Quitandeiras de Sucesso

Um pequeno grupo de quitandeiras do Projeto de Assentamento Tiro e Queda, onde moram 24 famílias que se sustentam da agricultura familiar, tem se destacado em Paracatu depois que montaram a Fábrica de Biscoitos. O empreendimento hoje fornece merenda escolar para as principais escolas da cidade. E tudo começou com o curso Produção Artesanal de Alimentos do Senar Minas.

Há alguns anos, a Associação do Assentamento decidiu ir em busca de um sonho e conseguiu o apoio de entidades regionais para a construção da Fábrica de Biscoitos. A ideia deu certo. Hoje, pelo menos 12 famílias estão ligadas à Fábrica, seja na cozinha, seja no fornecimento da beterraba, mandioca, cenoura, ovo e demais produtos, cultivados no local, utilizados nas receitas.

A mobilizadora do Sindicato dos Produtores Rurais de Paracatu, Benedita Aparecida Oliveira, percebeu o potencial do grupo e viabilizou o curso do Senar. “Esta iniciativa vem ao encontro a uma de nossas propostas, que é a melhoria da qualidade de vida nas comunidades rurais”, informa o gerente do Senar em Patos de Minas, Sérgio de Carvalho Coelho.

Graças à capacitação oferecida pelo Senar, as quitandeiras aprimoraram a produção dos alimentos e conquistaram a confiança de escolas e empresas da região. “O Senar foi a motivação para essas mulheres. Há alguns anos dei o primeiro curso, e atualmente, foi possível ver o crescimento profissional delas e a vontade de melhorar o trabalho a cada dia”, completa a instrutora Márcia Maria Ferreira.

O curso teve duração de 40 horas. Ensinou a padronizar embalagens e abordou temas como a limpeza adequada do local, formas de armazenamento, temperatura de forno, além, claro, de introduzir receitas preparadas de forma mais saudável.

Se antes a Fábrica era apenas boa uma iniciativa, hoje é um empreendimento de sucesso. Elas produzem 4,5 mil pães de batata e mandioca por semana, e bolos variados. “Além da merenda também preparamos coffee break para empresas e entidades de Paracatu, e o lanche servidos nas reuniões da Secretaria Municipal de Educação”, conta a quitandeira Eliana Alves de Oliveira Lima.