PM de Meio Ambiente realiza nova prisão por pesca predatória no Rio da Prata

O pescado apreendido foi doado a uma instituição filantrópica da cidade de Presidente Olegário.

Íris Mota
05/11/2014 - 11h14

O Rio da Prata é alvo constante da pesca predatória em toda sua extensão. Na tarde desta terça-feira (04) a Polícia Militar de Meio Ambiente novamente efetuou a prisão de um pescador. Mais de seis quilos de pescado foram encontrados com ele. Outro pescador conseguiu fugir da ação policial.
O homem de 23 anos estava acompanhado de outra pessoa no Rio da Prata, no município de Lagoa Grande, uma região conhecida como Jequié. Durante patrulhamento de pesca desembarcada os policiais avistaram os indivíduos pescando com uma rede de emalhar de aproximadamente 45 metros de comprimento e dois metros de largura. Durante a abordagem os pescadores fugiram, mas a polícia conseguiu localizar um deles que levava consigo mais de seis quilos de peixe.
O homem foi preso e uma multa no valor de R$1237,50 foi lavrada. O pescado foi apreendido e após ser constatado que estava propício para consumo, foi doado a uma instituição filantrópica da cidade de Presidente Olegário. 

 


  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
Fotos: Toninho Cury